Amor: o sentimento ainda visto como tabu no trabalho

Tem amor de família, amor de amigo, amor de cônjuge, amor de pet, por que não amor de trabalho? E não falo aqui do amor romântico, mas, do amor fraterno que guia as pessoas nas suas manifestações de afeto.

Amor, sentimento afetivo, emoção. Presente nas mais diversas abordagens na expressão de sua essência: dos mitos à psicologia, da filosofia à religião, das artes às relações pessoais. Mas, ainda escasso como competência afetiva nas corporações, mesmo entendendo, que corporações são pessoas e o amor é o sentimento que humaniza as relações pessoais.

Um ambiente de trabalho afetivo é mais feliz e produtivo. O amor tem relação direta com os níveis de engajamento e o aumento dos sentimentos de satisfação e gratificação, contribuindo para uma cultura corporativa forte. Quando as pessoas se sentem amadas e valorizadas toda a organização ganha.

Mas, como as demonstrações de amor na maioria das empresas não são uma prática natural, a ideia, a princípio, pode parecer intimidante, exigindo estratégia e esforço deliberado, aonde o exemplo deve vir do topo, amparado por um claro senso de propósito.

Para estimular o comprometimento de todos com a expressão de amor na relação com os colegas, existem quatro comportamentos, os quais comprovadamente ajudam a espalhar o amor no trabalho:

1. Conheça a pessoa por trás do crachá.

Antes de alguém se tornar profissional se apresenta como pessoa. Demonstrar interesse pelo que acontece com as pessoas fora do trabalho é uma ótima maneira de construir um relacionamento mais próximo e mostrar que você se importa. Descubra se elas têm filhos, pergunte sobre seus interesses e hobbies. Aproxime-se do universo pessoal dela e encontre um terreno comum para falar sobre algo não relacionado ao trabalho. Obviamente, respeitando os limites. Você não faz ideia de como as relações se fortalecem quando dedica um tempo para conhecer as pessoas por trás do crachá.

2. Quem ama cuida. Mostre que você se importa.

As pessoas não desistem daqueles quem se importam com elas. Seja você quem elas sabem que podem recorrer quando precisar. Além de importante é extremamente gratificante fazer a diferença na vida de alguém com quem você, mesmo que virtualmente, compartilha seu dia a dia. O que você faz, faz a diferença e você precisa deixar claro qual a diferença que pode fazer. Qual foi a última vez que você surpreendeu alguém do trabalho com uma manifestação de afeto?

3. Organize ações de caridade (voluntariado).

A caridade é um gesto de amor. Ajudar a quem precisa, além de contribuir para a transformação social e o bem-estar do próximo, gera envolvimento e sentimento de gratidão entre pessoas, ao mesmo tempo em que ajuda a espalhar amor dentro e fora do local de trabalho. Incentive ações voluntárias na empresa para que as pessoas tenham a oportunidade de se envolver com ações de contribuição. Organize coletas de alimentos, campanhas de agasalho, distribua potes para juntar moedas e doar a instituições beneficentes. Proponha adesão às ações dos “padrinhos corporativos” para adoção de cartinhas em apoio a crianças carentes. A caridade, assim como o amor, é prática. Como dizia a generosa Madre Tereza de Calcutá: “mãos que ajudam são mais sagradas que lábios que rezam”.

4. Amor no trabalho não precisa ser um tabu. Diga em alto e bom tom “eu te amo”.

Como é difícil dizer eu te amo para as pessoas com quem trabalhamos. A princípio, até aterrorizante. Muitas vezes o bloqueio está associado ao medo do julgamento ou à incompreensão das pessoas sobre a intenção. Mas, considerando que as expressões de afeto nas relações de trabalho não acontecem de modo natural, é preciso que haja um esforço deliberado. O indivíduo se implica pelo verbo, e as palavras têm um efeito quase mágico quando o propósito é espalhar o amor. O contexto é importante, claro, e o bom senso é fundamental, mas, o que pode ser dito não deve permanecer em silêncio. Portanto, diga em voz alta, diga com orgulho, diga sempre que puder “eu te amo” para as pessoas com quem você trabalha. E onde não houver amor, não se permita ficar.

Compartilhe com seus amigos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

MANTENHA-SE ATUALIZADO
Cadastre seu e-mail e receba nossos conteúdos e programação de eventos.

TREINAMENTOS RELACIONADOS