Waleska Farias - Gestão de carreira e imagem



O Mundo em Nossas Mãos O Mundo em Nossas Mãos

Gostaria de apresentar, finalmente, a vocês o Tudo se Aproveita, que terá assuntos voltados para uma das principais questões da atualidade: a sustentabilidade. Mas para  falar em sustentabilidade se faz necessário saber o que envolve essa questão e qual o real sentido de todo esse movimento que já vem de tempos, já passou por várias interpretações e, hoje, ainda não consegue ser bem entendido pela maioria das pessoas.

Ser sustentável é ter mudança de hábitos, uma grande mudança diga-se de passagem. E grandes ou até mesmo pequenas mudanças desestabilizam todo um sistema, há muito, habituado as mesmas práticas.
Um dos principais obstáculos para a modificação de comportamento é que a maioria das pessoas não compreendem realmente porque devem mudar.

Fomos habituados a usar tudo o que a natureza nos dá, sem  pensarmos nas consequências futuras. A humanidade passou pela era da caça e agricultura sem causar tanto impacto. Mas na era industrial as coisas complicaram. O impacto, não só na natureza mas também na qualidade de vida dos seres vivos no nosso planeta, começou a entrar em um estado crítico que culmina nos tempos atuais. Como em um jogo de xadrez, chegou o momento de decidirmos qual será nosso próximo movimento.

A vida na Terra encontra-se em momento de alerta. Ou substituímos os nossos modelos de conduta e sistemas de desenvolvimento ou entraremos em choque, sem a garantia da sobrevivência de todas as espécies, inclusive a nossa. Essa previsão nos tem sido passada há um tempo, mas não podemos mais deixar passar, chegamos a um limite que apesar de tudo, ainda dá para reverter, ou pelo menos minimizar várias situações. E essa mudança está nas mãos de todos nós, pois estamos todos ligados queiramos ou não.

Evidentemente, a sustentabilidade está associada à problemática ambiental, mas não se reduz a ela. Ela não deve ser vista como algo externo à cultura, à sociedade, ao próprio homem porque tem a ver com o comportamento e a ação de cada um de nós. Tem a ver com a biodiversidade e com a sociodiversidade. Tem a ver com a redução da pobreza, com os direitos das crianças e adolescentes, com o acesso à educação e ao trabalho, com a solidariedade, com o respeito à diversidade e à liberdade de expressão. Tem a ver com compromisso, não com investimento.

Sustentabilidade é algo que se implanta na alma e não apenas algo que se coloca no bolso. Temos que ter consciência que não é um modismo, temos que agregar valores e para isso temos que entender bem o que seja sustentabilidade para que possamos perceber quando esse conceito está sendo apropriado por alguns ou favorecendo outros em detrimento da maioria.

“Ninguém pode voltar atrás e fazer um novo começo. Mas qualquer um pode recomeçar e fazer um novo fim.” Chico Xavier

Silvana Rosa

Bióloga, pós em Gestão Ambiental

Waleska Farias
Coaching, Carreira e Imagem.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
cadastre-se e receba nossas novidades »