Waleska Farias - Gestão de carreira e imagem



Lições de um líder visionário Lições de um líder visionário

Steve Jobs, um dos cofundadores da Apple, ficou conhecido por seu perfil empreendedor e por ser um líder visionário. Sob seu comando seis diferentes indústrias sofreram revoluções: a de computadores pessoais, filmes de animação, música, telefones celulares, tablets e publicação digital.

Mas o que nem todo mundo sabe é que, por seu histórico familiar conturbado, Jobs tinha tudo para ser mal sucedido e sem motivação. Entregue para adoção por sua mãe biológica, que queria que o filho fosse criado por pessoas graduadas, ele foi rejeitado pelo primeiro casal que o adotou. Na segunda adoção, seus pais quase perderam sua guarda ao serem descobertos em uma mentira, dizendo que eram graduados. Já na Apple, o executivo perdeu uma disputa com a então diretoria e teve que se afastar por um período da companhia.

No entanto, Jobs nunca se abateu. Segundo a coach e consultora de imagem e carreira Waleska Farias, a trajetória de Steve Jobs deixa claro que para se conquistar o sucesso é crucial que exista uma visão de futuro convergente com quem você é, a fim de que suas decisões possam se sustentar frente aos diversos obstáculos, os quais certamente surgirão em meio ao caminho.

Em um de seus mais famosos discursos, Jobs dá pistas sobre o segredo de seu sucesso: “Seu trabalho vai preencher uma parte grande da sua vida. A única maneira de ficar realmente satisfeito é fazer o que você acredita ser um ótimo trabalho. E a única maneira de fazer um excelente trabalho é amar o que você faz”, dizia.

Para Waleska, essa é a equação que responde pelo sucesso ou fracasso na carreira de muitos líderes. “Na fala de Jobs, o amor ao que se faz é a premissa básica para uma trajetória profissional sustentável. A realização de poder trabalhar com o que gosta subtrai o peso do conceito trabalho, imprime um padrão de excelência que, por sua vez, ilustra a plenitude dos poucos que ousaram ser fiéis aos seus propósitos e vivenciam o amor ao que fazem”, explica.

Atualmente, alguns conceitos de fundamental importância passam despercebidos no processo de gestão de carreira dos líderes:

Autoconhecimento - Saber quem é, para que saiba realmente o que quer conquistar.
Autoconfiança - Acreditar que é capaz é o pilar central. “Você é aquilo que acredita ser”, como dizia Shakespeare.
Crença no sucesso - É essencial enxergar por lentes positivas. O julgamento do entorno pauta os resultados. A crença em si mesmo e no sucesso é o combustível da motivação.
Criatividade - Para ousar novas perspectivas;
Planejamento - Para quem não sabe aonde, vai qualquer lugar serve como destino final;
Responsabilidade Pessoal - É preciso assumir as consequências do que dá ou não certo e sempre que necessário traçar novas diretrizes e construir novos resultados. O lugar de vítima imobiliza e retarda as conquistas.

Waleska sugere fazer uma autoavaliação, identificar quais desses conceitos passam ao largo da sua realidade e rever suas atitudes. “Não é viável retificar o que já foi feito, mas através de novas iniciativas é possível construir um referencial de sucesso. A escolha é e será sempre sua!”, lembra ela.

Para saber mais sobre o trabalho de formação de líderes desenvolvido por Waleska Farias, conheça o workshop Liderança Integral: Programa para capacitação de gestores.

Waleska Farias
Coaching, Carreira e Imagem.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
cadastre-se e receba nossas novidades »