Waleska Farias - Gestão de carreira e imagem



A Importância do “Equilíbrio Emocional” no Sucesso das Relações Interpessoais A Importância do “Equilíbrio Emocional” no Sucesso das Relações Interpessoais

“A percepção que temos do outro, está diretamente ligada à que temos a respeito de nós mesmos.”

Manter o equilíbrio emocional, seja no segmento pessoal ou profissional, é fundamental para que se estabeleça um nível de troca saudável nas relações interpessoais. Nossas próprias experiências nos mostram que, a despeito da consciência quanto à importância desse aspecto no sucesso das nossas empreitadas, encontrar o caminho do meio nem sempre é tarefa fácil.

É crescente o movimento das empresas e dos próprios profissionais no que tange ao desenvolvimento de posturas internas que contribuam para a criação de alianças, com o propósito de promover um melhor clima no ambiente de trabalho. Nos dias de hoje, pessoas com habilidades que favoreçam a convivência e a integração em grupo, certamente, são muito bem-vistas no mercado de trabalho.

“Estudos desenvolvidos pelas universidades de Harvard, Stanford e Fundação Carnegie no desenvolvimento da ferramenta “six seconds” revelam que a maior parte de suas conquistas no cenário profissional está diretamente relacionada ao seu nível de Inteligência Emocional - sua habilidade para comunicar-se e relacionar-se com os outros.”

Cada vez mais as organizações recorrem a recursos, a exemplo do “Coaching Executivo”, que ajudem no desenvolvimento de determinadas habilidades de seus colaboradores, as quais contribuam para a formação de equipes coesas, com objetivos em comum. É certo que o investimento na capacitação e bem-estar dos recursos humanos contribui, diretamente, para a efetivação dos resultados, pois pessoas felizes e em equilíbrio respondem pelo aumento da produtividade e qualidade do trabalho nas empresas.

Por outro lado, também, é fundamental que o profissional tenha consciência da importância de conhecer a si mesmo para que possa equilibrar seus pontos fortes e fracos, estabilizar sua auto-estima, portar-se com maturidade e, sobretudo, respeitar diferenças para minimizar conflitos e estabelecer, através de um comportamento adequado, relações saudáveis com seus pares no ambiente de trabalho.

O sucesso das relações interpessoais nas organizações reflete o nível de equilíbrio emocional de seus colaboradores, conquistado através dos diversos aspectos mencionados, para realização das mudanças necessárias e adequação dos processos de integração e adaptação entre os grupos de forma ágil e fluida.

Waleska Farias
Coaching, Carreira e Imagem.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
cadastre-se e receba nossas novidades »